Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Maxbizz is a values-driven consulting agency dedicated.

Gallery

Contact

+1-800-456-478-23

411 University St, Seattle

maxbizz@mail.com

Vazio sanitário do algodão na principal região produtora da fibra em MS se encerra na próxima semana

Com o fim do vazio sanitário, os cotonicultores já podem iniciar o plantio do algodão. Antes do início do plantio foi realizado o armadilhamento para captura e monitoramento do bicudo

Com as diferentes características climáticas existentes em Mato Grosso do Sul, o Estado foi dividido em três regiões, com calendários distintos para o cultivo do algodão de sequeiro. A região I é a principal, que representa quase 90% do total cultivado anualmente.

No próximo dia 30 de novembro se encerra o vazio sanitário do algodão na Região I, quando os produtores poderão iniciar a semeadura para produção da fibra.

O bom vazio sanitário ajuda na diminuição da pressão de pragas e doenças para a próxima safra, principalmente do bicudo que pode até inviabilizar a cultura quando não manejado de forma eficiente.

O calendário de semeadura, na região I segue até o dia 31 de janeiro. Neste período, o cotonicultor já deve ter semeado a cultura nas modalidades; cultivo convencional e adensado.

Os produtores devem realizar o cadastro das áreas cultivadas com a cultura do algodão a cada safra, no prazo de 30 dias após o limite do calendário de semeadura de cada região. Este cadastro é realizado na IAGRO e trata-se de um mecanismo para o órgão fiscalizar o vazio sanitário após a colheita.

Segundo o mapeamento de safra, divulgado pelo IBGE, em setembro deste ano, Mato Grosso do Sul deverá cultivar 25,9 mil hectares de algodão, com produção estimada em 49 mil toneladas, com destaque para a Região I.

A Região I é composta por: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Bandeirantes, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, Rio Negro, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas;

A Região II compreende municípios do centro e oeste do Estado, onde o vazio sanitário é de 30 de agosto a 30 de outubro. Já a Região III atinge mais os municípios do sul, onde o vazio sanitário é de 15 de julho a 30 de setembro. Nessas regiões o algodão já foi semeado, com destaque para o Município de Campo Grande, na região II.

A Ampasul, Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão firmou parcerias com entidades, empresas privadas e produtores rurais, para em mais um ano agrícola conduzir campos demonstrativos de algodão nas três regiões.

Veja abaixo a reportagem da Jovemsulnews sobre o início do plantio do algodão em MS.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

Author

ampasul

Faça um comentário

%d blogueiros gostam disto: