Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Maxbizz is a values-driven consulting agency dedicated.

Gallery

Contact

+1-800-456-478-23

411 University St, Seattle

maxbizz@mail.com

13º Congresso Brasileiro do Algodão começa nesta terça-feira (16)

Maior encontro da cotonicultura brasileira – o 13º Congresso Brasileiro do Algodão (CBA) – promovido pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), se inicia nesta terça-feira, 16, em Salvador, e se estende até o dia 18, no Centro de Convenções. Serão três dias de discussões sobre as principais demandas da cadeia produtiva, temas da atualidade no mercado da pluma, tendências, políticas para o setor, pesquisa, uso da tecnologia e da inovação para melhor gerir as fazendas. Pela segunda vez, se realiza na Bahia, segundo maior produtor nacional da pluma e a expectativa é de que seja um debate assertivo sobre os desafios e oportunidades para o setor. Este ano, o evento terá como tema “Algodão brasileiro – desafios e perspectivas no novo cenário mundial”. A cerimônia de abertura será feita pelo presidente da entidade organizadora do evento, Abrapa, Júlio Cézar Busato, às 9h.

Além das 06 plenárias, 24 salas temáticas e 5 workshops e da área de exposição, foi montada uma estrutura completa com diversos espaços de conforto, convivência e informação sobre o setor para que os congressistas aproveitem ao máximo o CBA. Quem circular pelo Centro de Convenções terá à disposição o espaço da Abrapa, uma área de cerca de 150 metros quadrados, subdivididos em quatro pilares de atuação do setor: sustentabilidade, qualidade, rastreabilidade e promoção. Nesses espaços, o visitante conhecerá em detalhes os programas e ações, geridos pela Abrapa, em favor da cotonicultura nacional.

Na área da Qualidade, será possível conhecer o que é o programa SBRHVI – Standard Brasil HVI, que tem por objetivo garantir o resultado de origem, dar credibilidade e transparência para os resultados de análise de HVI da fibra realizados pelos laboratórios de classificação que operam no País. Verificar quantos e quais são os laboratórios participantes, a quantidade de equipamentos instalada, além dos números e percentuais relativos aos índices de confiabilidade.  

Tótens explicativos na área de Sustentabilidade proporcionarão o acesso a informações e aos principais números da cotonicultura brasileira, entre eles, o que mostra que 63% do algodão do País é produzido em segunda safra; 93% em sequeiro, 42% da pluma é licenciada BCI (Better Cotton) e 84% têm certificação ABR – Algodão Brasileiro Responsável. O Brasil é o único no mundo que certifica as unidades de beneficiamento (algodoeiras), são 266 usinas no país, quase 30% foram certificadas em 2021.

Quem desejar saber mais e entender como se dá a rastreabilidade do algodão, encontrará informações no espaço do SAI – Sistema Abrapa de Identificação. Nele, será possível acessar o QR Code e saber detalhes sobre a algodoeira, o fardo, análise de HVI, dados de certificação, origem da produção, entre outros dados. Informações imprescindíveis e que atendem o mercado global.

Outo importante espaço foi destinado à promoção da fibra, local em que os congressistas, produtores, pesquisadores, palestrantes, representantes da indústria têxtil e de fiação, poderão conferir as ações de divulgação do algodão brasileiro no mercado doméstico e internacional. Os programas Sou de Algodão e o Cotton Brazil, respectivamente, ações de promoção que ajudam e foram essenciais para impulsionar a fibra, poderão ser conhecidos em detalhes.

O espaço Abrapa é para ser um local de conhecimento e informação sobre a fibra e a ação da associação, conjuntamente com as estaduais e os produtores, mas também de convivência. Na cafeteria, por exemplo, o menu de cafés gourmet tem nomes alusivos aos programas da Abrapa: ABR (machiatto); ABR-UBA (cappuccino); Sou de Algodão (chocolate quente); SAI (expresso), são alguns exemplos. Vale conferir. Há disponibilidade para plugar computadores e celulares.

Até o momento, mais de 2.450 congressistas se inscreveram para participar dos painéis e acompanhar os diferentes assuntos que serão tratados pelos 121 palestrantes convidados. Toda a programação do 13º CBA está disponível no site  http://congressodoalgodao.com.br  ou pelo aplicativo Congresso do Algodão, basta fazer download nos sistemas Android e IOS.

“Nós, produtores, por meio da Abrapa, nos preparamos para fazer se não o maior, o melhor, congresso brasileiro do algodão. Focamos em uma programação diversificada que atenda a diferentes interesses”, disse Júlio Cézar Busato.

Author

ampasul

Faça um comentário

%d blogueiros gostam disto: