Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Maxbizz is a values-driven consulting agency dedicated.

Gallery

Contact

+1-800-456-478-23

411 University St, Seattle

maxbizz@mail.com

Premiados os trabalhos científicos do 13º CBA

Pesquisadores da Fundação Chapadão apresentaram trabalhos

Foram premiados nesta manhã os trabalhos científicos do 13º CBA, Congresso Brasileiro do Algodão, iniciativa da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa).

Os pesquisadores; Vinícius de Oliveira Barbosa, Claudemir Marcos Theodoro e Suelen Cristina da Silva Moreira, da Fundação Chapadão apresentaram trabalhos. Eles pesquisaram sobre Desempenho de Fungicidas no Controle da Mancha de Ramulária no Algodoeiro, Uso de Fungicidas Multissítio no Manejo da Mancha de Ramulária na Cultura do Algodoeiro, Estratégias Integradas no Manejo de Anthonomus Grandis (bicudo) na Cultura do Algodoeiro, Efeitos de Diferentes Horários de Aplicação e Doses do Inseticida Malationa no Controle do Anthonomus Grandis (bicudo) na Cultura do Algodoeiro.

Exposição dos trabalhos científicos. Foto: Ampasul

O Presidente da Ampasul, Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão, Darci Boff e o Presidente da Fundação Chapadão, Ilton Henrichsen, que participaram do Congresso elogiaram a iniciativa dos pesquisadores da entidade em apresentar trabalhos científicos, mais uma vez, contribuindo para o enriquecimento do evento e para levar mais conhecimento aos congressistas sobre assuntos relevantes da cotonicultura.

O 13º CBA atraiu mais de 2.500 pessoas que passaram três dias no Centro de Convenções Antônio Carlos Magalhães, em Salvador (BA) assistindo palestras com temas importantes da cotonicultura, com palestrantes de renome nacional, doutores, pesquisadores e professores que transmitiram muito conhecimento aos congressistas.

Confira abaixo os premiados desta edição do CBA:

Comissão julgadora e o Presidente da Abrapa Julio Cesar Busato com os premiados. Foto: Ampasul

Categoria estudante de graduação: Luana Aparecida Estevan Ribeiro, com o trabalho “Inoculação cruzada de isolados de corynespora cassicola em soja e algodão”,

Categoria estudante de pós-graduação: Victoria Oasis Regina Lessa Matos, com o trabalho “Levantamento e identificação de fungos associados ao complexo de manchas foliares do algodoeiro e controle in vidro de alternaria SPP e cercospora SPP a três diferentes triazois”,

Categoria professor orientador: Sérgio Hermínio Brommonschenkel

E nas áreas temáticas, os premiados foram:

1º lugar: Mariana Aparecida da Silva (Fitopatologia),
2º lugar: Renildon Mion (Colheita, Beneficiamento, Qualidade de Fibra e do Caroço),
3º lugar: Na área de Fisiologia Fitotécnica, Nutrição de Plantas e Sistemas, o vencedor foi Felipe Dalazen Bertol (terceiro lugar);
4º lugar: Poliana Regina Carloni (Melhoramento Vegetal e Biotecnologia),
5º lugar: Adriano de Oliveira Silva (Agricultura Digital – Agricultura de Precisão e Inteligência Artificial),
6º lugar: Fernanda Kelly da Silva Zilles (Controle de Pragas – Entomologia e Biotecnologia),
7º lugar: Sidnei Douglas Cavalieri (Matologia e Distruição de Soqueiras).

Fonte: Ampasul

Author

ampasul

Faça um comentário

%d blogueiros gostam disto: